http://www.viguera.com/es/libros/5-neurocirugia-funcional.html
Búsqueda avanzada
Boton Buscador
Registrarse  /  Recordar Contraseña
eMail
Contraseña
Entrar
 Recordar datos de acceso
Síguenos en: Revista de neurología en Facebook Revista de neurología en Twitter Revista de neurología en Google+
Suplementos de Revista de neurología
Congresos de Revista de neurología
Destacamos
Noticias
Descubierto un mecanismo por el cual el abuso de cannabis puede causar esquizofrenia
Niveles altos de ansiedad parecen afectar el cerebro de los niños
Banner
Índice >> Revista de Neurología (Volumen 43  Núm 3) >> Repercussões sobre a qualidade de vida da deterior...

Repercussões sobre a qualidade de vida da deterioração cognitiva na doença de Parkinson imprimir
Revisión Castellano   English   Portugués
[REV NEUROL 2006;43:168-172] PMID: 16871482 - Revisión - Fecha de publicación: 01/08/2006
P. Martínez-Martín
Objectivo. Rever aspectos relacionados com o impacto da deterioração cognitiva sobre a qualidade de vida relacionada com a saúde (QVRS) do doente com doença de Parkinson. Desenvolvimento. Apresentam-se, em primeiro lugar, definições do conceito QVRS e a classificação dos instrumentos para a sua medida. Em seguida, são revistos os factores relacionados com a deterioração cognitiva e demência que têm capacidade para alterar a QVRS do doente. É dedicada uma atenção especial à repercussão que a deterioração cognitiva pode ter sobre a própria avaliação da QVRS, uma vez que esta se entende como autoavaliação, segundo um juízo subjectivo e auto-controlado. Perturbações como a perda da memória e alterações da linguagem podem dificultar a autoavaliação e a sua validade. Uma consequência desta situação é frequentemente serem excluídos dos estudos doentes com deterioração cognitiva nos quais a QVRS seja o principal objectivo, existindo, por isso, pouca informação acerca deste assunto. Medidas de QVRS válidas para a população em geral ou para doentes com perturbações específicas podem não o ser em indivíduos com deterioração cognitiva relevante ou demência, o que motivou a criação de medidas específicas para estes doentes. Conclusões. É evidente que a QVRS se altera devido ao impacto da perturbação cognitiva. A medição de tal impacto pode ser problemática e o conhecimento empírico disponível sobre este na doença de Parkinson é ainda reduzido.
Pesquisa em PubMed
Por autor
Martinez-Martin P
Por palavra chave
Assessment
Cognitive impairment
Dementia
Measures
Parkinson’s disease
Quality of life
Veja em PubMed
Este artigo
Artigos relacionados
Palavras chave:  Avaliação - Demência - Deterioração cognitiva - Doença de Parkinson - Qualidade de vida
        Añadir cita a su biblioteca
  Descargas: 1803
Clasificado en: Calidad y GestiónDemenciaNeurodegeneraciónNeuropsicologíaNeuropsiquiatríaTrastornos del movimiento
Valoración media:   8   (1 votos)
0
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10


Para poder participar en esta discusión debe estar registrado
Debe estar registrado para poder suscribirse a este seminario
Inicio de página
Inicio de página
Catalogo Viguera
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Revista Psicogeriatría
Revista Educación Médica
© Viguera Editores   Plaza Tetuan, 7 08010 Barcelona   Contacto  |  Privacidad   ISSN Edición Digital 1576-6578
Valid HTML 4.01 Transitional Última Actualización: 24/07/2014